Buscar

13 dicas do que comer ou evitar para ajudar no combate à depressão


Mas lembre-se: depressão e ansiedade são problemas sérios, que precisam de acompanhamento médico.

Primeiro, precisamos dizer que depressão e ansiedade são doenças sérias e perigosas e não devem ser tratadas com alimentos, mas sim com medicação e alguns fitoterápico, sempre com acompanhamento médico. Entretanto, com algumas mudanças de estilo de vida e a adoção de hábitos saudáveis, como exercícios, relaxamento, meditação e nutrição adequada, então a dieta pode auxiliar muito para melhorar ou não piorar o quadro e auxiliar no tratamento médico.

A depressão e a ansiedade apresentam diversas causas e gatilhos e a bioquímica do cérebro tem muita influência nos sintomas, sendo que alguns alimentos podem melhorar ou piorar o quadro. Produtos como o açúcar podem ser prejudiciais e, por isso, devem ser evitados em sua forma mais comum (açúcar branco refinado), assim como refrigerantes, sucos de frutas e xarope de milho.

O açúcar contribui para o processo inflamatório do organismo e, consequentemente, também do cérebro. Alguns trabalhos demonstram que a inflamação cerebral é 30% maior em pacientes com depressão. Além disso, o aumento do açúcar libera insulina, que faz cair rapidamente o açúcar do sangue. Esses altos e baixos seguidos também aumentam a inflamação cerebral e elevam o risco de depressão e de mudanças de humor.

Dicas alimentares para ajudar no controle da depressão
  • Ao invés de tomar sucos, prefira comer a fruta e beber água

  • Refrigerantes contêm muito açúcar e cafeína e, mesmo as versões diet, estimulam a insulina e também tem cafeína que pode piorar a ansiedade

  • Farinha branca, do tão querido pãozinho, também pode piorar a depressão e deve ser evitada. Pode ser substituída pela versão integral

  • Evite molhos de salada e catchup, por terem aspartame ou xarope de milho

  • Bebida alcoólica também pode piorar a depressão e deve ser evitada principalmente se estiver tomando medicação contra depressão ou ansiedade

  • Evite molhos à base de soja, como shoyu

  • Evite alimentos processados, principalmente os enlatados. Um estudo com 3 mil pessoas na Inglaterra mostrou que aqueles que consumiam mais enlatados tinham maior índice de depressão, se comparado com o menor risco nas pessoas que ingeriam mais ingredientes integrais

  • Aumente o consumo de produtos naturais, como grãos, cereais integrais, frutas, verduras, legumes, peixe, fibras

  • Gorduras trans mostram um aumento no risco de depressão, como batata frita, nuggets, frango frito

  • Vale evitar fast food, carnes vermelhas e processadas como salsicha, linguiças etc

  • Gordura deve ser consumida, como abacate, azeite, castanhas e peixes. Estas ajudam na depressão e no humor

  • Produtos que são ricos em magnésio, complexo B, zinco e cobre, são importantes para produção de neurotransmissores (são componentes químicos cerebrais que transmitem sinais entre as células nervosas) e podem ajudar a evitar e melhorar depressão e ansiedade

  • Um componente chamado 5 hidroxi triptofano (5htp) mostra melhora na depressão e na ansiedade. Podemos encontrá-lo nos alimentos como queijo, frango, amendoim e castanha de caju, ervilha, ovo e leite

Fonte

#saúde #alimentação #depressão #analisesclinicasnatal #AnalisesClinicasNatal #laboratoriodnacenter

0 visualização

Confiança no Resultado!

  • Instagram DNA Center
  • Facebook DNA Center
  • Twitter DNA Center
  • YouTube DNA Center

Está acessando pelo celular? Clique no número para contato 

Agendamento COVID-19: (84)9.9902-0297 ou
(84) 9.9813-0809
Nossa central: (84) 4007-2595

WhatsApp: (84) 9.9997-0341

Unidade Matriz
Av. Afonso Pena, 952 - Tirol

Laboratório DNA S/S LTDA - EPP
CNPJ: 24.519.993 /0001-70

Endereço:AV. AFONSO PENA,0952, TIROL, 59 020-265 NATAL-RN 
tel: 3212-2446 
E-mail: sac@dnacenter.com.br