top of page
Buscar

Combinações Perigosas: veja os remédios que não devem ser misturados

Atualizado: 24 de mar. de 2023


O remédio pode ser o alívio ou a doença, desde que usado conscientemente e sem combinações perigosas. Tudo depende da dosagem e do seu conhecimento sobre a forma segura de utilização. Saiba mais sobre os remédios que não devem ser misturados.

A automedicação é um problema que muitas pessoas têm por desconhecimento dos riscos. Essa atitude é uma das grandes responsáveis pelo número de acidentes causados por combinar remédios. Confira quais remédios não se pode misturar.

Remédios que não devem ser misturados

1 – Anti-inflamatórios e Aspirina (Ácido Acetilsalicílico)

Para quem a combinação de anti-inflamatório com aspirina, as chances de uma irritação na parede gástrica são grandes. Mas não só isso: ela pode evoluir para uma gastrite mais tarde.

2 – Anti-inflamatórios e Paracetamol

O uso combinado dos dois pode causar sérios problemas renais.

3 – Anti-inflamatórios e Corticoides

A combinação pode ser responsável por retenção de líquidos, inchaço, aumento de pressão e até formação de úlceras e sangramentos.

4 – Paracetamol e Álcool

Se deseja sobrecarregar o fígado e deixar o órgão doente, vá em frente. Isso porque paracetamol combinado com álcool é uma mistura extremamente perigosa para a saúde.

Ambos são metabolizados pelo fígado, o que gera um trabalho excessivo para o órgão. Quando tiver que fazer uso do paracetamol, passe longe de bebidas alcoólicas.

5 – Metronidazol e Álcool

Novamente falando sobre o hábito de ingerir bebidas alcoólicas enquanto em tratamento.

Não apenas o paracetamol não deve ser combinado, mas também outras substâncias, como o metronidazol, usado para tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

No caso deste, o álcool se mistura a um componente da fórmula e aumenta a toxicidade do composto, o que pode resultar até em óbito do paciente.

6 – Anticoncepcional e Cigarro

A pílula anticoncepcional não é recomendada para mulheres fumantes. A combinação pode causar trombose em pessoas que utilizam o medicamento contraceptivo regularmente.

A trombose é uma doença causada pelo entupimento de vasos sanguíneos. Os coágulos sanguíneos formados podem se espalhar pelo corpo.

Pasme: os riscos da doença em fumantes que usam pílula são 20 vezes maiores.

7 – Anticoncepcional e Antibióticos

Muita gente ainda não sabe, mas combinar anticoncepcional com antibióticos pode cortar o efeito do primeiro. Isso mesmo.

Ao utilizar um antibiótico, garanta a sua proteção contra uma gravidez indesejada com o uso do preservativo masculino ou diafragma feminino.

8 – Anticoncepcional e Erva-de-São-Jorge

O uso de anticoncepcional com erva-de-São-João, presente em remédios antidepressivos fitoterápicos, acarreta em uma grande perda do efeito da pílula.

O seu médico precisa sempre saber quais remédios está utilizando, ainda que de ervas e de origem natural.

9 – Antigripal e Antidepressivos

Combinar os dois pode gerar aumento de pressão sanguínea e delírios.

10 – Antiácido e Medicamentos

O antiácido potencializa o efeito de outros medicamentos, o que quer dizer que deve-se ter muito cuidado com o que será ingerido.

Espere pelo menos três horas após o uso do antiácido para ingerir qualquer remédio.

Se surpreendeu com a lista? Se você já fez ou faz uso de alguns desses remédios misturados, mude seus hábitos e converse com o seu médico. Ele vai te dar a melhor alternativa para a sua saúde.

Informe-se sempre para saber quais são os remédios que não devem ser misturados. Um medicamento que pode parecer inofensivo, se combinado erradamente, pode ser até letal.

711.540 visualizações83 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page