A incerteza em relação à paternidade, além de gerar angústia, pode trazer sérios problemas emocionais e sociais a um indivíduo.  

O teste de paternidade, também chamado de teste de DNA, pode ser realizado durante a gravidez ou depois do bebê nascer analisando o sangue, saliva ou fio de cabelo da mãe, do suposto pai, do filho, ou dos três.

O procedimento é simples. A coleta de material genético é feita sempre com a presença da mãe, filho e suposto pai e pode ser feito através da comparação do DNA encontrado no sangue, saliva ou fio de cabelo da mãe, do pai e do filho. O resultado do teste de paternidade é 99,99% correto e fica pronto entre 10 e 20 dias. Nos casos em que o exame dá um resultado negativo, o procedimento do laboratório, uma reanalise da amostra é repetida para garantir ainda mais precisão.

O uso de medicamentos ou bebidas alcoólicas não podem alterar o resultado do teste de paternidade, pois o DNA não é atingido por fatores externos. No entanto, se a mãe ou se o suposto pai tiverem realizado uma transfusão sanguínea ou um transplante de medula 6 meses antes da realização do teste, este pode conferir resultado duvidoso. Neste caso é mais indicado realizar o exame de DNA pela saliva.

Os principais tipos de teste de paternidade são:

  • Teste de paternidade convencional: pode ser realizado assim que o bebê nascer, sendo coletado material genético da mãe e comparação com material genético* do suposto pai. A amostra de sangue para o exame também pode ser colhida ainda na maternidade (consultar condições). 

  • Teste de paternidade por amniocentese: pode ser realizado entre a 14ª e 28ª semana de gestação através da coleta do líquido amniótico que envolve o feto e comparação com material genético* do suposto pai;

  • Teste de paternidade por sangue materno: pode ser realizado a partir da 11ª semana de gestação através da coleta de sangue materno e comparação com material genético* do suposto pai.

  • Em caso de suposto pai falecido, pode-se realizar o teste de paternidade utilizando amostra de sangue da mãe ou do pai do falecido.

 

O DNA Center dispõem de diferentes modalidades de teste de paternidade:

VIP: Teste de paternidade com resultado em 12h;
MASTER: Teste de paternidade com resultado em 24h;
PRIME: Teste de Paternidade com resultado em 48h;
5 DIAS: Teste de Paternidade com resultado em 5 dias.
 
Informações, condições e agendamento: (84) 3026-9583.

Entende-se por material genético: sangue, saliva ou fio de cabelo.

Exame de DNA ainda na gravidez

  • O exame de DNA fetal pode ser feito a partir da 12ª semana de gestação por biópsia de vilosidade coriônica, que é um exame que permite retirar uma amostra de uma parte da placenta que contem células do feto, por volta da 16ª semana de gestação com coleta de líquido amniótico ou a partir da 20ª semana de gestação por cordocentese, que permite tirar sangue do cordão umbilical.

  • Qualquer que seja a técnica de extração de amostra de DNA do feto, ela depois é comparada com a amostra de DNA do pai para comprovar ou não a paternidade.Como é feito o teste de paternidade

  • O teste de paternidade pode ser feito através da comparação do DNA encontrado no sangue, saliva ou fio de cabelo da mãe, do pai e do filho. O resultado do teste de paternidade é 99,99% correto e sai entre 10 e 20 dias dependendo do tipo de teste realizado. Em caso de urgência, o resultado pode sair 12h após a coleta (consultar condições). 

Precisa de mais comodidade? Solicite a coleta domiciliar. Para agendamentos ligue: (84) 4007-2595 | (84) 9.9962-1430.

Quer saber mais? Entre em contato com a nossa central de atendimento exclusiva para testes de paternidade: (84) 3026-9583

Unidade Médica DNA Center - Rua Major Laurentino de Morais, 1220, Tirol.

 (84) 4007-2595 | 99997-0341 (WhatsApp)
Está acessando pelo smartphone?
Clique em um dos números acima para ser automaticamente direcionado. 

Matriz: Av. Afonso Pena, 952

 Tirol - Natal/RN

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

2016 - Desenvolvido  by Incomum Comunicação