top of page
Buscar

Alzheimer: exame de sangue pode detectar probabilidade da doença


Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil, o Alzheimer afeta 33% da população com mais de 85 anos. Estima-se ainda que 1,2 milhão de pessoas convivam atualmente com a doença no país, que tem entre um dos principais sintomas a perda de memória. Mas há maneiras de detectar a probabilidade de ocorrência do Alzheimer. O DNA Center realiza esse tipo de exame.


A Doença de Alzheimer é um transtorno neurodegenerativo progressivo e fatal que se manifesta pela deterioração cognitiva e da memória, comprometimento progressivo das atividades de vida diária e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e de alterações comportamentais.

O primeiro sintoma, e o mais característico, é a perda de memória recente. Com a progressão da doença, vão aparecendo sintomas mais graves, como a perda de memória dos fatos mais antigos, bem como irritabilidade, falhas na linguagem, prejuízo na capacidade de se orientar no espaço e no tempo.

O novo teste diagnóstico para Alzheimer Precoce - PrecivityAD2™️ é feito de forma não-invasiva, em amostra de sangue, sem a necessidade de nenhum preparo em especial. Ele estima a probabilidade do paciente apresentar uma alteração encontrada no Alzheimer: a amiloidose cerebral. Aplicando uma tecnologia ultrassensível, o teste apresenta alta confiabilidade e surge como um diferencial no diagnóstico.

Pessoas com 55 anos ou mais, com sinais ou sintomas de comprometimento cognitivo leve ou demência, que estejam sendo avaliados para a doença de Alzheimer ou outras causas de declínio cognitivo, podem fazer o exame.


O teste é realizado na unidade matriz do DNA Center, que fica na Avenida Afonso Pena, 952, Tirol.


O agendamento é feito exclusivamente via whattsapp, pelo telefone 4007-2595.


21 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page